Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Reiki Cura Natural e Evolução

Bem-Vindo ao Espaço Lótus. Procuramos proporcionar o Bem-estar, a Harmonia, o Equilíbrio e o Auto-conhecimento em cada ser humano através do Reiki.

Reiki Cura Natural e Evolução

Bem-Vindo ao Espaço Lótus. Procuramos proporcionar o Bem-estar, a Harmonia, o Equilíbrio e o Auto-conhecimento em cada ser humano através do Reiki.

11
Jun09

DO TRABALHO

Dulce Dias

Depois um operário pediu-lhe: Fala-nos do trabalho. E ele respondeu: Vós trabalhais para acompanhar o ritmo da terra e da alma da terra. Pois estar ocioso é tornar-se estranho às estações e sair da procissão da vida que caminha com majestade e orgulhosa submissão, rumo ao infinito.

Quando trabalhais, sois como uma flauta, e no coração dessa flauta o murmúrio das horas transforma-se em música.

Quem de entre vós queria ser uma cana muda e silenciosa, quando tudo ao redor canta em uníssono?

Sempre vos foi dito que o trabalho é uma maldição e o labor um infortúnio.

Mas eu vos digo que, ao trabalhar, acumulais um fragmento do sonho último da terra que vos foi atribuído quando esse sonho nasceu, e é quando vos ligais ao trabalho que verdadeiramente amais a vida.

Mas se, na vossa dor, chamais aflição ao nascimento e à manutenção da carne uma maldição gravada sobre a vossa fronte, então respondo-vos que só o suor da vossa testa apagará o que aí estiver escrito.

Também vos foi dito que a vida foi trevas e na vossa fadiga vós fazeis eco de tudo o que os cansados vos disseram.

E eu digo que sem movimento a vida é, com efeito, trevas

e que todo o movimento é cego sem o saber,

e que sem trabalho todo o saber é vão,

e que sem amor todo o trabalho é vazio,

e que, quando trabalhais com amor, vos ligais a vós mesmos, uns aos outros e a Deus.

E que significa trabalhar com amor?

É tecer o pano com fios arrancados do vosso coração, como se o vosso bem-amado se fosse enfeitar.

É construir uma casa com carinho, como se o vosso bem-amado nela fosse habitar.

É semear com ternura os grãos e recolher a colheita com alegria, como se o vosso bem-amado lhe comesse o fruto.

É deixar em tudo quanto fazeis um sopro da vossa própria alma,

e saber que todos os mortos bem-aventurados estão à vossa volta a contemplar-vos.

Muitas vezes ouvi-vos dizer como que num sono: quem trabalha o mármore e encontra na pedra a forma da sua alma, é mais nobre que aquele que trabalha a terra. " E o que pega no arco-íris e o estende na tela à imagem do homem é superior àquele que faz as sandálias para os nossos pés."

Ora, em verdade vos digo, não a dormir,  mas em plena vigília do meio dia, que o vento não fala com mais ternura aos carvalhos gigantes do que ao mais humilde rebento de erva;

e só é grande aquele que converte o rugir do vento num cântico que o seu próprio amor tornou mais suave.

O trabalho é o amor tornado visível.

E se não podeis trabalhar com amor, mas com tédio, melhor seria renunciar ao vosso trabalho, sentar-vos à porta do templo e solicitar a esmola daqueles que trabalham com alegria.

Pois se, com indeferênça, fazeis o pão, o vosso pão será amargo e saciará apenas metade da fome do homem.

E se, a contragosto, esmagardes as uvas, a vossa aversão destilará veneno sobre o vinho.

E se cantais como cantam os anjos, mas sem amar o cântico, ensurdecereis os ouvidos dos homens às vozes do dia e às vozes da noite.

O Profeta  -   Kahlil Gibran

                     HOJE,  FAÇO HONESTAMENTE O MEU TRABALHO 

03
Jun09

A ABUNDÂNCIA

Dulce Dias

A pessoa que julgamos ser está também intimamente relacionada com o modo como julgamos ser tratados pelos outros. Muitas pessoas queixam-se de que os outros não as tratam suficientemente bem. "Não me respeitam, não me dão atenção, nem reconhecem o meu valor", dizem: "Sou tomado por certo." Quando as outras pessoa são simpáticas, desconfiam de razões dissimuladas. " Os outros querem manipular-me, aproveitar-se de mim. Ninguém me ama."

A pessoa que julgam ser é esta: "Eu sou um "pequeno eu" carente, cujas necessidades não estão a ser satisfeitas." Esta falsa percepção básica de quem são cria uma disfunção em todos os seus relacionamentos. Acreditam que não têm nada para dar e que o mundo ou as outras pessoas estão a negar-lhes aquilo de que elas precisam. Toda a sua realidade é baseada numa percepção ilusória de quem são, o que afecta negativamente as situações e arruína todas as relações. Se a ideia de carência - seja dinheiro, reconhecimento ou amor - se tornou parte de quem pensamos ser, sentiremos sempre carência. Em vez de reconhecermos tudo o que de bom já existe na nossa vida, só nos concentramos na carência. Reconhecermos o que de bom já existe na nossa vida é a base para que a abundância surja. O facto é este: aquilo que julgamos que o mundo nos está a negar é aquilo que nós estamos a negar ao mundo. Estamos a negá-lo porque, no fundo, pensamos que somos pequenos e não tempos nada para dar.

Experimente fazer o seguinte durante algumas semanas, e veja como tal mudará a sua realidade: tudo o que pensar que as outras pessoas lhe estão a negar - estima, consideração, ajuda, atenção afectiva, etc. - , dê-lhes a elas. Não possui essas coisas? Aja como se as possuísse e elas aparecerão. Então, pouco depois de começar a dar, começará a receber. Você não não pode receber aquilo que não der. O que sai de si determina o que entra. Você já tem tudo o que pensa que o mundo não lhe está a dar, mas se não permitir que isso flua para o exterior, nem sequer saberá que o possui. Isto inclui a abundância. A lei que estipula que o que sai determina o que entra é expressa por Jesus nesta poderosa imagem: "Dai e dar-se-vos-á: uma boa medida, cheia, recalcada, transbordante será lançada no vosso regaço."

A fonte de toda a abundância não se encontra fora de si. Faz parte de quem você é. No entanto comece por reconhecer a abundância no exterior. Observe a riqueza da vida que existe à sua volta: ao sentir o calor do Sol na sua pele, ao contemplar as flores magníficas em exposição à porta de uma florista, ao dar uma dentada num fruto suculento ou ao ficar ensopado debaixo de uma copiosa chuva caída do céu. A abundância da vida reside em cada passo que der. O reconhecimento dessa abundância que existe ao seu redor desperta a abundância adormecida dentro de si. Depois deixe-a sair. Ao sorrir para um estranho, já se verifica um pequena saída de energia. Você torna-se um dador. Pergunte a si mesmo regularmente: " O que posso dar aqui? Como posso ser útil para esta pessoa, para esta situação?" Você não tem de possuir nada para se sentir abundante, embora as coisas venham com certeza até si no caso de se sentir abundante consistentemente. A abundância só chega àqueles que já a possuem. Isto parece quase injusto, mas obviamente que não é. È uma lei universal. Tanto a abundância como a escassez são estados interiores que se manifestam como a nossa realidade. Jesus colocou a questão desta forma: "Pois àquele que tem dar-se-lhe-á e ao que não tem ser-lhe-á tirado mesmo aquilo que tem."

Eckart Tolle  Um Novo Mundo

        HOJE, SOU GRATO PELAS MÚLTIPLAS BENÇÃOS QUE RECEBO.


Espaço dirigido por Dulce Dias
Mestre formadora e terapeuta
Reiki Tradicional Usui Shiki Ryoho,
Karuna e Reiki Kármico e Áurico.
Rua António Enes, nº 9 - 2º Dtº Lisboa
contactos: 968 064 506 mdulcedb@gmail.com


Ver Localização num mapa maior

Mais sobre mim

Siga-nos no facebook!




Pesquisar

INFORMAÇÕES
CONTEÚDO E INVESTIMENTO CURSOS
SESSÕES DE REIKI
AULAS PRÁTICAS / PARTILHA DE REIKI
PSICOLOGIA

CURSOS e SESSÕES
Reiki, Karuna,
Reiki Kármico e Áurico
Dulce Dias
Mestre e Terapeuta
Informações e Marcações
tlm: 968 064 506
mdulcedb@gmail.com

SESSÕES
Reiki e Karuna
Aida Vaz
Mestre e Terapeuta
Informações e Marcações
tlm: 962 796 310
aidavaz43@hotmail.com

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Reiki, é a arte secreta de
convidar a felicidade.
Mikao Usui