Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Reiki Cura Natural e Evolução

Bem-Vindo ao Espaço Lótus. Procuramos proporcionar o Bem-estar, a Harmonia, o Equilíbrio e o Auto-conhecimento em cada ser humano através do Reiki.

Reiki Cura Natural e Evolução

Bem-Vindo ao Espaço Lótus. Procuramos proporcionar o Bem-estar, a Harmonia, o Equilíbrio e o Auto-conhecimento em cada ser humano através do Reiki.

31
Jul09

DESPERTAR

Dulce Dias

Dormi em paz até ao amanhecer, quando um aroma sedutor perfumou o quarto.

O leve aroma alpino estava repleto de presença de amor e sentia-se no vento o toque subtil do espírito. Os meus olhos abriram-se para desfrutarem de um belo nascer de sol que as montanhas reflectiam. As cortinas abriram-se com delicadeza à medida que o espírito do profeta entrou pela janela aberta e se sentou aos pés da minha cama. A melodia familiar da sua voz cantou para mim:

"Antes de a aurora levantar o nevoeiro da noite e a densa neblina se erguer por de trás das tuas pálpebras fechadas, antes de a visão regressar dos reinos interiores e lançar o seu olhar sobre o horizonte distante, deixa que o teu despertar se inicie.

Arranca os espinhos da dúvida que se entrelaçaram nos rebentos tenros do amor.

Não há razão para desesperares, pois para cada problema dispões de inúmeras soluções.

Tudo o que existe aguarda a tua atenção.

E tudo o que podes ser se demora até ao teu despertar.

Vives no sonho que é nascer em cada momento.

Os teus pensamentos clamam por milagres a partir do nada.

Que este seja o teu despertar.

Tu és a autoridade que evoca tudo aquilo que é importante.

Só tu atribuis significado, beleza e amor.

E quem é que recebe o teu amor em maior ou menor quantidade?

Não é verdade que todas as cores do arco-íris provêm da mesma fonte invisível? através dos olhos do amor, tudo é uma grande tapeçaria construída com os fios da beleza.

Desperta! Estou aqui contigo.

Juntos puxamos o lustro ao espelho da tua psique para que me consigas sentir a completar-te com afecto.

Estás ávido por acender a luz da consciência. A tua mente está desejosa de abarcar visões mais elevadas e o teu coração anseia por se entregar a um amor mais profundo. Agora observa enquanto te transformo à minha imagem." 

Os meus olhos abriram-se depois de uma dormência mais profunda do que o sono, enquanto me arrastava para fora das cobertas da minha psique, na cama suave da pertença.

Um beijo da verdade nua tocou delicadamente a minha vulnerabilidade mais profunda com satisfação doce e numa explosão de lágrimas e riso, e os meus sentidos acederam a uma consciência transcendente. À medida que contemplava profundamente através dos meus olhos iluminados o mundo que me rodeava, novas dimensões internas iam surgindo na calma do meu olhar.

A sensação de um eu isolado evaporou-se num espírito puro, enquanto a minha carne se dissolvia como um icebergue, derretendo rumo ao vasto oceano do calor da alma.

Suspenso sem esforço no abismo luminoso de uma unificação, testemunhei os despojos de vidas espalhadas, que passavam como fantasmas entre os espelhos da vida e da morte, até todos os momentos fragmentados se fundirem numa só oração murmurada.

Mal posso falar da nossa origem espiritual, pois toda a luz da nossa alma se resume a uma sombra sobre a sua face. Contudo, daí vimos e aí regressamos, inseparáveis, como a noite e o dia, para sempre renovados.

De mistério em mistério, o nosso espírito murmurante sopra vida na nossa alma e enquanto coro de inúmeras vozes cobertos de uma aura eterna, renascemos uma e outra vez devido à pura maravilha de tudo o que nos envolve.

HAJJAR GIBRAN    o regresso do PROFETA

30
Jul09

LIBERTAR-SE DA MENTE

Dulce Dias

A boa notícia é que é possível ao leitor libertar-se da sua mente. É esta a única libertação verdadeira. O leitor pode dar o primeiro passo neste exacto momento.

 

COMECE A OUVIR A VOZ DENTRO DA SUA CABEÇA com tanta frequência quanto possível. Preste atenção a quaisquer padrões de pensamento repetitivos, às  velhas cassetes que têm passado dentro da sua cabeça, porventura já há anos.

É a isto que me refiro quando digo "observar o pensador", que é outra forma de dizer: ouvir a voz dentro da sua cabeça, estar lá como a presença que testemunha. Quando o leitor escutar essa voz, faça-o com imparcialidade, ou seja não emita juízos. Não julgue nem condene aquilo que ouve, pois fazê-lo implica que a mesma voz voltou a entrar pela porta dos fundos. Em breve perceberá: ali está a voz e aqui estou eu a observá-la. Esta percepção aqui estou, esta sensação da sua própria presença não é um pensamento. Surge além da mente.

Assim, quando a pessoa escuta um pensamento, está consciente não só deste, mas também de si própria como testemunha do pensamento. Introduziu-se uma nova dimensão da consciência.

 

ENQUANTO O LEITOR OUVE O PENSAMENTO, sente uma presença consciente (o seu eu mais profundo) por de trás do pensamento ou sob o mesmo, por assim dizer. Nesse momento, o pensamento perde o poder que tem sobre si e depressa abranda, porque o leitor já não está a transmitir energia à mente ao identificar-se com ela. Trata-se do início do fim do pensamento involuntário e compulsivo.

Quanto um pensamento se aquieta, a pessoa experiencia uma descontinuidade da corrente mental, um hiato de "ausência de mente". No  início, os hiatos serão pequenos, talvez apenas alguns segundos, mas a pouco e pouco tornar-se-ão mais longos. Quando estes hiatos ocorrem, a pessoa sente uma certa tranquilidade e paz interior. É este o início do seu estado natural de união sentida com o Ser, que em geral é obscurecida pela mente.

Com a prática, a sensação de tranquilidade e paz aprofundar-se-á. De facto, não há fim para a sua profundidade. O leitor sentirá ainda uma emanação subtil de alegria que nasce da profundidade do ser: a alegria de Ser.

Neste estado de conexão interior, a pessoa está muito mais alerta, mais desperta do que no estado de identificação com a mente. Está totalmente presente. Este estado faz também aumentar a frequência vibratória do campo de energia que dá vida ao corpo físico.

Conforme se entra com mais profundidade neste reino de ausência de mente, como por vezes lhe chamam no Oriente, a pessoa apercebe-se do estado puro de consciência.

Nesse estado, sente-se a própria presença com tal intensidade e tal alegria que todo o pensamento, todas as emoções, assim como todo o mundo exterior, se tornam relativamente insignificantes em comparação. E, no entanto, este não é um estado egoísta, mas sim de abnegação. Conduz a pessoa para além daquilo que antes considerava o "seu ser". Essa presença é em essência, o leitor e, ao mesmo tempo, é inconcebivelmente maior que você.

ECKART TOLLE  A Prática do poder do agora

01
Jul09

RESPEITO

Dulce Dias

Ser digno de respeito significa não ser influenciado pelos outros e manter sempre uma atitude elevada nos pensamentos, palavras e acções. Aquele que tem bons sentimentos, amor e respeito pelos outros aprecia as qualidades de cada um e sente-se feliz com o seu sucesso e felicidade. Por isso, a única forma de ganhar respeito é dá-lo primeiro. O respeito é o ingrediente mágico da harmonia e o remo vedor de maus sentimentos. Quando assimilamos os efeitos práticos desta virtude, tornamo-nos cordiais nos nossos relacionamentos e mestres verdadeiros na arte de criar paz e unidade com todos.

À medida que no começamos a respeitar e a elevar a nossa auto-estima, os outros também desenvolvem respeito por nós. Respeitar os outros significa respeitarmo-nos a nós próprios. Geralmente, a pessoa que não tem respeito por si também não é capaz de ter consideração e respeito pelos outros. No entanto, tem um enorme desejo que os outros a respeitem. A razão para isso é que, quando a pessoa não sabe dar o melhor para si, não é capaz de obter reconhecimento interno e, devido a isso, torna-se muito importante receber respeito e reconhecimento dos outros.

Quanto maior for o nosso auto-respeito e quanto mais permanecermos     numa  consciência estável e elevada, maior será o reconhecimento do nosso próprio valor sem que tenhamos o desejo que alguém nos dê respeito ou honra. Se nós desejarmos respeito e não formos bem sucedidos, perdemos a esperança e o entusiasmo e, por descuido, o desânimo e preguiça, juntamente com os seus aliados, tornam-se os nossos falsos companheiros...

Ao apreciarmos as virtudes dos outros, também criamos auto-respeito pelas nossas próprias virtudes, enquanto que ao vermos os defeitos dos outros é como se nos desrespeitássemos a nós mesmos. Aquilo que nos faz descer do assento do auto-respeito e é a base de todos os obstáculos é o facto de termos sentimentos negativos em relação aos outros e às circunstâncias. Não é que isso seja realidade, mas antes o fruto da nossa criação...

Então, acenda a luz dos seus bons votos na forma de sentimentos puros tanto para si como para os outros, a fim de terminar com a sua falta de auto-respeito. Para isso, permaneça além dos obstáculos, numa consciência ilimitada, de modo a desenvolver a sua natureza eterna e original, que é a fonte de toda a sua grandeza e a forma de limitar as suas velhas fraquezas.

Virtudes para uma Nova Consciência   António Sequeira

                    HOJE, RESPEITO O MEU SEMELHANTE E TUDO O QUE VIVE


Espaço dirigido por Dulce Dias
Mestre formadora e terapeuta
Reiki Tradicional Usui Shiki Ryoho,
Karuna e Reiki Kármico e Áurico.
Rua António Enes, nº 9 - 2º Dtº Lisboa
contactos: 968 064 506 mdulcedb@gmail.com


Ver Localização num mapa maior

Mais sobre mim

Siga-nos no facebook!




Pesquisar

INFORMAÇÕES
CONTEÚDO E INVESTIMENTO CURSOS
SESSÕES DE REIKI
AULAS PRÁTICAS / PARTILHA DE REIKI
PSICOLOGIA

CURSOS e SESSÕES
Reiki, Karuna,
Reiki Kármico e Áurico
Dulce Dias
Mestre e Terapeuta
Informações e Marcações
tlm: 968 064 506
mdulcedb@gmail.com

SESSÕES
Reiki e Karuna
Aida Vaz
Mestre e Terapeuta
Informações e Marcações
tlm: 962 796 310
aidavaz43@hotmail.com

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Reiki, é a arte secreta de
convidar a felicidade.
Mikao Usui